LANÇAMENTO DO LIVRO DA AUTORA LUCIANA RODRIGUES CORDEIRO

LANÇAMENTO DO LIVRO DA AUTORA LUCIANA RODRIGUES CORDEIRO

                                  LANÇAMENTO DO LIVRO DA AUTORA LUCIANA RODRIGUES CORDEIRO
TITULO DA OBRA: TÉCNICA RADIÔNICA COM SEMENTES -origem e pratica

Visitar ou revisitar a história de vida e acadêmica de Luciana Rodrigues Cordeiro, enfermeira de profissão, permite-nos ver a sua militância como educadora e terapeuta popular, sempre acreditando que a meta da Enfermagem e o domínio de sua prática reunia muitos desafios de saberes e fazeres. Luciana postula em seu cotidiano de prática profissional o que Florence indicava, “que o encargo do cuidar é colocar a pessoa na melhor condição para que a natureza possa agir sobre ela”.
Não satisfeita, buscou maiores aprimoramentos na sua formação, articulando-se com a Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família – RENASF, nucleadora UFC, tendo a finalidade de fomentar a pesquisa e o ensino do tema de Saúde da Família e temas correlatos, para tal, dedicou-se à produção de conhecimento na área do cuidado com uso de PIC, titulando-se no grau acadêmico como Mestre em Saúde da Família –RENASF/FIOCRUZ/UFC (2014-2016).
Nesse caso, faz experimentos entendendo que o diagnóstico de enfermagem pode ser realizado a partir do campo de energia (des)equilibrado, aprovado em 2016, com nível de evidência 2.1, o qual tem como definição a “Ruptura no fluxo vital de energia humana que costuma ser um todo contínuo único, dinâmico, criativo e não linear”, aliando assim os resultados de suas pesquisas para buscar a excelência profissional.

SOBRE O LIVRO (resenha crítica)
Inicio minha fala alicerçada nas lembranças que o título de sua obra me provocou. Atraída pelo encantamento da Parábola do Grão de Mostarda, em que Jesus se referia ao crescimento externo do reino de Deus. Na obra da autora, mergulhamos em um tema complexo anunciado com a simplicidade como uma espécie de ética do cuidado que a autora teve com todos os leitores. Das minúsculas sementes de mostarda – a menor de todas – até a maior de todas quando adulta, tão imponente que as aves costumavam aninhar em seus ramos.
Assim como o crescimento da pequena semente de mostarda era certo, o seu livro traz uma mensagem de iluminação que faz sentido na leitura de cada página: Uma nuvem de palavras que se espraiam no percurso do texto: “Desejo, criação, gratidão, amor, sonho, energia, sensibilidade, equilíbrio energético, vibração energética humana, simplicidade, emoção, sentimento, cuidar”, palavras que deixam a certeza de que você está no caminho de descobertas de algo muito bom para humanidade.
Aos descrentes, relembro algo que Einstein buscou sem descanso nos últimos 30 anos de sua vida “a chamada teoria do campo unificado”. “Uma teoria capaz de descrever as forças da natureza por meio de um esquema único, completo e coerente”. As motivações de Einstein não eram as que normalmente inspiram os empreendimentos científicos, como a busca de explicações para este ou aquele conjunto de dados experimentais.
Ele acreditava, apaixonadamente, que o conhecimento mais profundo do universo revelaria a maior das maravilhas: a simplicidade e a potência dos princípios que a estruturam. Einstein queria iluminar os mecanismos da natureza com uma luz nunca antes alcançada que nos permitiria contemplar em estado de encantamento toda a beleza e elegância do universo.
Essa paixão também acompanha o meu encantamento e o meu orgulho ao ver, no texto de seu livro, um recheio da presença da enfermagem enquanto ciência, pois foram lembradas, durante a leitura de autoras como JEAN WATSON – Teoria da ciência do cuidado como ciência sagrada; MARTHA ROGERS – Teoria da ciências dos seres humanos unitários e irredutíveis: (campo de energia irredutível multidimensional identificado pelo padrão integrado com o campo); MARGARET NEWMAN – Teoria da saúde como conscientização expandida; e ROSEMARIE PARSE – Teoria do tornar-se humano. Agrego nesse pensar DOROTHEA A. OREM (autocuidado) e DOLORES KRINGER (toque terapêutico).
Nesse jeito de olhar as palavras, procuro me aninhar na leitura do livro página por página e trazer a todos que o simbolismo do grão de mostarda exalta que o impacto grandioso desta obra está garantido. Seu livro vai ingressar no acervo das teóricas da enfermagem mundial sabidamente conhecidas, que colocaram grandes teorias de Enfermagem baseadas no processo unitário do ser.
É assim que Martha Rogers explica que ser humano é um todo unificado, possui uma integralidade individual e manifesta características que são mais diferentes que a soma das partes. Ao anunciar o pensamento criativo da ciência de enfermagem, o livro propõe a transformação da prática da enfermagem em um sistema terapêutico independente, que promove a saúde calcada na utilização da energia e em processos não-invasivos.
É com orgulho que te vejo entre essas mulheres que, seguramente, romperam as barreiras e criaram, assim, como você, a resistência necessária para ampliar caminhos de conhecimento na busca do cuidar/cuidado com excelência. Seu livro traz o que preconiza a enfermagem desde Florence em suas teorias: o sagrado, campo de energia, saúde como conscientização expandida, o tornar-se humano.
Com minha gratidão por esse convite tão honroso.

Enfermeira profa. Dra. Maria Fátima Maciel Araújo
Docente do Curso de Enfermagem da Universidade Federal do Ceará e Membro da academia Cearense de Enfermagem

Diagnósticos de enfermagem da NANDA-I: definições e classificação 2018-2020 [recurso eletrônico] / [NANDA International]; tradução: Regina Machado Garcez; revisão técnica: Alba Lucia Bottura Leite de Barros… [et al.]. – 11. ed. – Porto Alegre: Artmed, Editado como livro impresso em 2018. ISBN 978-85-8271-504-8. 1. Enfermagem. I. NANDA International.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*