Acupuntura aplicada em pacientes no pré-operatório de cirurgia bariatrica

Acupuntura aplicada em pacientes no pré-operatório de cirurgia bariatrica

ANA CAROLINA DE JESUS RODRIGUES
MARIA LUIZA SANCHES STANCATO

Monografia apresentada ao CETN, para obtenção do título de especialista em acupuntura. Campinas – 2015.

INTRODUÇÃO

Atualmente vive-se em um mundo com muitas promessas de satisfação que geralmente não são realizadas provocando frustrações e desencadeando atitudes “desequilibrantes” no ser humano. Um exemplo, destas atitudes é quando o indivíduo se entrega à alimentação com produtos compensatórios como doces massas e gorduras.

O “estoque” de gordura corporal, segundo a Medicina Tradicional Chinesa, relaciona – se diretamente ao fato do individuo sentindo-se agredido de alguma forma pelo meio em que vive, e para se proteger do “predador” externo ao corpo, acumula gordura para que em caso de “ataque”, a camada de gordura possa o proteger de ter grandes ferimentos.

A obesidade mórbida é uma doença crônica multifatorial que implica em graves ameaças a saúde pública, tais como diabetes, e doenças cardiovasculares como hipertensão arterial, problemas articulares, distúrbios de sono e acidentes vasculares cerebrais, dentre outras.

A cirurgia bariátrica é um dos tratamentos modernos, adotado pela medica Ocidental, para controlar a obesidade mórbida em pacientes com IMC maior de 40 Kg/m². Consiste basicamente em um procedimento cirúrgico para diminuição do tamanho do estomago e/ou desvio do transito do alimento até o intestino grosso do paciente.

Por outro lado, a Medicina Tradicional Chinesa propõe o tratamento da obesidade e de demais patologias, por uma visão holística, utilizando a intuição e a percepção dos fenômenos da natureza e de todo universo, buscando a cura para as doenças. Nesta busca, a MTC desenvolveu os conceitos de QI , YIN e YANG, cinco elementos, Zang Fu e Shen.

A acupuntura, uma das técnicas de tratamento da MTC, será abordada como ferramenta complementar capaz de reduzir a obesidade e também tratar as doenças que surgem a partir dela, como hipertensão e ansiedade, configurando- se como uma terapia com mínimos efeitos colaterais.

METODOLOGIA

1.1 TIPO DE ESTUDO
Este estudo realizou uma aproximação qualitativa de pesquisa em função do tema escolhido. Foi realizada pesquisa empírica de campo com pacientes da rede pública de saúde do município de Sumaré.

1.2 TIPO DE AMOSTRAS
A população de estudo envolveu pacientes obesos mórbidos (IMC superior a 40 por mais de 2 anos), residentes na cidade de Sumaré que estão no período pré operatório da cirurgia bariátrica. São pacientes atendidos no Centro de Saúde – CS II – no centro da cidade de Sumaré. Fazem parte de um grupo de 12 (doze) pacientes atendidos por uma equipe multidisciplinar formada por com nutricionista, médicos, enfermeiros e psicólogos.

Dos doze pacientes que frequentam o grupo apenas 06 (seis) foram selecionados para a participação da pesquisa. A escolha seguiu critério de unidade, visto possuírem o mesmo diagnostico energético. Apenas 03 (três) fizeram o tratamento de acupuntura com as agulhas e sementes e os outros três não fizeram nenhum tratamento (grupo controle), apenas serviram de base para o diagnóstico comparativo.

Foram realizados 10 (dez) agendamentos semanais com a duração de 30 minutos cada.

1.3 COLETA E ANALISE DOS DADOS
Foram realizadas entrevistas com duração de trinta minutos, baseadas na ficha de atendimento (em anexo), contendo dados como nome, idade, sono, diurese/evacuações. A partir da análise das informações coletadas chegou-se aos dados de diagnostico em todos os pacientes do grupo, onde 06 (seis) foram selecionados por possuírem o mesmo diagnostico energético com deficiência do QI do Baço.

O paciente foi informado sobre as condições da pesquisa e convidado a participar. A principal condição para participação era estar no período pré- operatório para cirurgia bariátrica e não estar se submetendo durante o estudo clínico a nenhum outro tratamento terapêutico energético. Foi entregue um termo de livre e esclarecido (em anexo) em duas vias. A primeira ficou em posse do paciente e segunda do pesquisador.

1.4 ESTUDO DOS CASOS CLÍNICOS

Caso Clinico1
MSS, mulher 55 (cinqüenta e cinco) anos de idade, 1,58m (hum metro e cinqüenta e cinco centímetros) de altura, pesa 120 (cento e vinte) quilos, IMC de quarenta e nove e não trabalha.

Queixas principais: depressão e dor nas costas. Faz uso de antidepressivos e medicamentos para hipertensão. Apresenta surdez. Faz uso de medicamentos para dormir e refere a roncos, tem preferência por frio e salgados, refere urinar bastante, defecar duas vezes ao dia e possui hemorróidas.

Língua: com marcas dentadas, saburra branca e mais espessa na região do rim.

Pulso: fraco e profundo e lento com o rim mais fraco.

Caso Clinico 2
ALVS, mulher, 49 (quarenta e nove) anos de idade, 1,73m (hum metro e sessenta e três centímetros) de altura, pesa 108 (cento e oito) quilos, IMC de 40 (quarenta) e trabalha como diarista.

Queixas principais: ansiedade, dores nas costas, joelhos e insônia, faz uso de antidepressivos, medicamentos para hipertensão e diabetes. Tem preferência por salgados e calor.

Língua: marcas dentadas, pálida, saburra branca e espessa na região do rim.

Pulso: fraco e profundo mais fraco na região do rim.

Caso Clinico 3
JTP homem, 55 (cinquenta e oitos) anos de idade, 1,77 ( hum metro e sessenta e sete centímetros) de altura, pesa 112 (cento e doze) quilos e o IMC de 40 (quarenta) e trabalha como vidraceiro.

Queixas principais: Dores nas costas e ombro. Faz uso de medicamentos para tireóide, hipertensão e analgésicos. Tem preferência pelo frio. Dorme (06) seis horas por dia com interrupções. Apresenta diurese varias vezes ao dia e evacuação uma vez ao dia.

Língua: Dentada, fissura na parte central, saburra branca e mais espessa na região do rim.

Pulso: fraco e fino sendo mais fraco na região dos rins.

1.5 DIAGNÓSTICO ENERGÉTICO.

Oito critérios: Exterior/ Interior- excesso (calor) – vazio (Yin)- calor vazio

Síndrome das substancias fundamentais: Estagnação do Qi (dor) Perturbação do Shen (excesso de pensamentos)

Síndrome do Zang Fu: Deficiência do yin do Rim

Cinco elementos: Água deficiente não controla fogo (Insônia)

1.6 PROPOSTA TERAPEUTICA

Mover o Qi na região lombar, tonificar o yin e o baço e acalmar o Shen.

1.7 ESCOLHA DOS PONTOS

R3-
E36-3
BP6-
YINTANG-
IG4-

1.8 MICROSSISTEMAS

A técnica utilizada foi auriculoterapia chinesa com a aplicação de sementes uma vez na semana, os pontos utilizados foram:

Shen Men (para acalmar a mente),

Ansiedade (diminuir a ansiedade),

Fome (controle do apetite),

Sede (aumenta o consumo de líquido),

Vício (controle do vício alimentar),

Boca (ponto relacionado à alimentação e à digestão),

Estômago posterior (aumenta peristaltismo com sensação de saciedade).

RESULTADOS

Caso1
Foi relatado pela paciente após as dez sessões de acupuntura e auriculoterapia

Melhora na dor de cabeça

Diminuição das dores pelo corpo

Melhora do padrão de sono

Aumento de diurese

Melhoras no exame físico:

Diminuição considerável nas marcas dentadas

Perda de peso de 2 (dois) kilos.

Caso 2
Foi relatado pela paciente após as dez sessões de acupuntura e auriculoterapia

Melhora das dores nas costas e no joelho

Melhora no padrão de sono

Diminuição da ansiedade

Relatou ainda diminuição do uso de antiinflamatórios que fazia uso em crises de dor.

Melhoras no exame físico:

Diminuição das marcas dentadas da língua

Diminuição da saburra da língua amarela na região dos rins

Perda de peso de 4 (quatro) kilos.

Caso 3
Foi relatado pela paciente após as dez sessões de acupuntura e auriculoterapia

Melhora no sono, passou a dormir 8 horas de sono ininterruptas

Diminuição do uso de antiinflamatórios pois as dores no ombro melhoraram consideravelmente

Perda de 3 kilos

Melhoras no exame físico:

Diminuição das marcas dentadas da língua

Diminuição da saburra

A proposta de uma abordagem terapêutica integrada passa pelo envolvimento do paciente com equipes multidisciplinares que buscam dar mais autonomia ao paciente, além de uma visão múltipla de cuidado.

Todos pacientes estudados e tratados com a acupuntura relataram:

  • Melhora na qualidade de vida
  • Melhora no padrão de sono
  • Aumento de diurese.
  • Alivio nas dores lombares com diminuição do uso de analgésicos e antiinflamatórios.
  • Diminuição da ansiedade
  • Perda de peso

Um resultado interessante de destacar é o aumento da perda de peso do grupo que se submeteu a terapia em relação ao grupo controle, com o mesmo diagnóstico enérgico que não realizou o tratamento com acupuntura, onde no segundo grupo não se observou melhorias em relação ao peso.

O grupo de controle permaneceu no grupo pré-cirúrgico em acompanhamento com a equipe multiprofissional e que não realizou nenhuma terapia natural permaneceu com as mesmas queixas das comorbidades ocasionada pela obesidade, mantendo o uso de analgésicos, antiinflamatórios e ocasionalmente necessitando de atendimento médico em prontos atendimentos. Relataram também muita ansiedade devido à aproximação do ato cirúrgico e em permanecerem na espera pela cirurgia. Todos pacientes sabem que caso aumente o peso os mesmos são desclassificados e excluídos do programa.

Imagem

DISCUSSÃO

O tratamento da obesidade é um desafio que se impõem à comunidade científica em saúde que inclui médicos, enfermeiro, psicólogos, nutricionista e demais profissionais da saúde que atendem diariamente a população obesa que procura ajuda, seja para emagrecer, ou para amenizar as dores e doenças que surgem a partir da obesidade.

Oferecer o tratamento com acupuntura e auriculoterapia na rede básica de saúde do SUS, como ocorreu durante a pesquisa realizada, trata-se de uma tentativa a mais, menos custosa que o tratamento medicamentoso, para a promoção da saúde aos pacientes.

Os estudos sobre os efeitos deste tratamento sob a saúde dos pacientes é algo que ainda necessita de muitos esforços e ações empíricas. O grupo estudado foi bastante limitado, talvez a aplicação da mesma pesquisa em uma amostragem maior, traga ainda mais evidencias da eficácia do tratamento de obesidade com uso da acupuntura e auriculoterapia.

CONCLUSÃO

A aplicação realizada neste trabalho de conclusão de curso veio confirmar a hipótese inicial de que a técnica de acupuntura aplicada em pacientes obesos é eficaz no auxilio de redução de peso uma vez que consegue trazer redução de ansiedade e estresse proporcionando o reequilíbrio energético do paciente. Além de trazer alívio para dores crônicas, melhorar a qualidade do sono dos pacientes, melhora da retenção de líquidos e por consequência traz a diminuição do uso de medicamentos e ainda casos auxilia na perda de peso.

Embora, o grupo de pacientes obesos estudado não tenha sido numeroso os resultados observados são consistentes e animadores e comprovaram que o conhecimento da Medicina Tradicional Chinesa aplicado através da técnica de acupuntura e auriculoterapia é eficiente no tratamento da obesidade.

Orientado por Luciana Vinagre, adaptado por Brena Montanha.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*